Saiba o que é preciso fazer para tornar mais fácil sua ida como estudante

Tomada a decisão (e eu já contei aqui como isso ocorreu), vamos à execução do seu plano de se tornar um estudante de inglês na Irlanda. A menos que seus pais paguem tudo e resolvam tudo para você, será preciso se preocupar e seguir um passo a passo para não deixar pendências para a tão esperada hora.

A agência

Escolha uma boa agência de intercâmbio. Fechar direto com a escola é uma vantagem que só quem já fala um inglês razoável pode ter. E, entenda, o valor nem é tão menor que aqueles praticados pelas agências.

Mas escolha bem e pesquise a reputação da empresa. Coisa mais fácil é encontrar o histórico das agências, seja no Reclame Aqui ou nos grupos de Facebook de pessoas interessadas no intercâmbio. A agência dá um bom suporte quando desembarcamos na Irlanda e isso é importante para os marinheiros de primeira viagem.

A escola

Escolhida a agência, ela vai te auxiliar em relação as escolas. Te apresentará algumas opções e preços.

Esse também é um passo que depende muito de você e das suas pesquisas sobre a escola. Há opções de 7 mil euros a infinito (mentira, no máximo uns 16 mil euros) por temporada de 8 meses.

Minha opção foi por uma escola de preço intermediário. Fechei para a Dublin College of Advanced Studies. O pacote total da agência ficou em R$ 10.800 para estudar no período matutino e ter duas semanas de moradia inclusa.

Visto

Feitas as escolhas e definida a forma de pagamento do contrato, é hora de reunir os euros que você precisa comprovar na imigração. Seu visto de estudante só será feito aqui no País já.

Não precisa fazer nada antes, apenas reunir os dinhEUROS. A imigração vai exigir que o estudante tenha, no mínimo, 3 mil euros como comprovação para viver 8 meses na Irlanda.

E é bem possível que o agente de imigração no aeroporto já peça para você comprovar isso para te dar um visto de turista temporário. Seu visto oficial de estudante só sai no dia agendado na imigração (geralmente de 15 a 30 dias após seu desembarque).

A grana

Se eu expliquei bem, você entendeu que precisa comprovar os 3 mil euros no dia do visto. E, então, até lá? Vai viver de brisa? Nopsss… é aí que muita gente passa aperto.

O agendamento de visto não é rápido já que tem estrangeiro demais estudando aqui na Irlanda. Então eu sugiro que você traga, no mínimo, mil euros a mais para esse início.

Você vai precisar comprar roupas de frio, talvez roupas de cama, e pode ser que precise alugar uma moradia antes mesmo de seu visto sair. O ideal é vir com essa grana extra para não passar aperto. Em um próximo post eu vou contar sobre o drama de alugar uma acomodação na Irlanda.

Tem a grana? Então confere vencimento do passaporte (pelo amor de Deus hein), compra sua passagem, prepara adaptador, looks de frio, festa de despedida e pegue o seu voo com destino à felicidades (parafraseando os queridos Leandro e Leonardo).

Cidades

Você terá 3 cidades com várias opções de escolas. Cork, Limerik e DuBlin (a capital e com número maior de unidades).

Eu escolhi Dublin. Quando desembarcar, tem aquela recepção maroto da agência, um rolé pela cidade para conhecer. Logo depois, um teste agendado na escola para ver seu nível de inglês e, então, enjoy.

Roberta na chegada em Dublin no aeroporto com recepção da agência escolhida de intercâmbio
Na chegada no aeroporto a agência prepara uma recepção para facilitar a vida do intercambista